Tudo é o fluxo da vida?

Existe uma expressão muito utilizada por este que lhes escreve que se chama “filósofofarofada”. Ela consiste no oposto da filosofia. A filosofia é o amor pelo saber e quando filosofamos, estamos refletindo em busca do conhecimento genuíno, do saber puro. A filósofofarofada é então a expressão que define o resultado errôneo de uma reflexão. Afirmar que tudo é o fluxo da vida, por exemplo, no sentido de que não existe bem e mal, certo e errado, é uma destas filósofofarofadas, pois não se entendeu o que esta frase quer nos dizer.

Quando você diz que tudo é o fluxo da vida, você apenas está se referindo ao óbvio, ou seja, independente do que aconteça, tudo é o fluxo da vida.  Mas, o que essa frase tem a agregar em nossa vida? Basicamente nada, porque é como dizer que a água molha, ou o fogo queima. Sabemos que a água molhar é algo que acontece naturalmente, mas ninguém quer se molhar indo para um compromisso, por exemplo. Do mesmo modo, o fato de as coisas acontecerem em um fluxo constante não quer dizer que alguém queira que algo de errado aconteça, como se o destino fosse inevitável.

Afirmar que o bem e o mal não existem é como você assinar embaixo que um assassino deve viver livre, porque ele não cometeu nenhum crime. É como se você dissesse que a guerra, o estupro, ou um espancamento não é errado. Você acredita nisso? Claro que não. Por outro lado, nós devemos lhe perguntar, por quê você busca conhecimento? Por quê você busca espiritualidade? A resposta é simples, porque você cansou de ser um fantoche social, de sofrer sem saber porquê e foi procurar respostas para as suas indagações. Se tudo fosse o fluxo da vida como se não houvesse bem ou mal, então por quê você iria procurar melhorar sua vida não é mesmo?

Além disso, temos que acrescentar aqui a lei do karma, ou seja, da ação e reação. Quando dizemos que tudo é o fluxo da vida, estamos também nos baseando que para cada ação existe uma reação. Porém, não é como se fossemos um monte de dominós enfileirados, que quando cai um, cai todos. Nós temos ação própria, estamos dando início a novas ações a todo o momento e podemos finalizar outras ações também. Assim sendo, tudo ser um fluxo de acontecimentos e o fato de uma ação gerar outra reação, não impedem novas ações de estarem sendo iniciadas neste exato momento e nem altera o fato de que nós podemos não reagir, ou reagir de outra forma a uma ação vinda de outra pessoa, certo? Por exemplo, um assassino. Não podemos afirmar com certeza que um assassino hoje foi alguém que foi assassinado por outra pessoa em outra vida e que agora, ele apenas está seguindo o “fluxo da vida” e assassinando outras pessoas. A pessoa que foi assassinada tem livre arbítrio para escolher seu caminho e assim, ela pode encerrar o ciclo de morte quando bem entender. Ou seja, nós podemos e devemos sim saber distinguir o certo do errado, o bem do mal, sem filósofarofadas.

Em último exemplo podemos dizer também que existem dois barquinhos no rio. Em um deles o barqueiro deixa o barquinho seguir sem direção. Ele bate em todas as pedras, encalha nos bolsões de areia e se arrebenta nas corredeiras e nas cachoeiras. No outro barquinho temos alguém que o conduz desviando das pedras, dos bolsões de areia e pegando os melhores caminhos que evitam corredeiras e cachoeiras. O primeiro barqueiro é aquele que vive na ilusão, apenas sendo conduzido pelo fluxo, não tendo nenhum poder de decisão sobre sua vida. O segundo barqueiro é aquele que busca conhecimento e assim sabe traçar as melhores rotas no rio da vida. Os dois vivem no fluxo dos acontecimentos, mas apenas um deles é co-criador desse fluxo, enquanto o outro é apenas conduzido pelo fluxo como uma marionete é conduzida pelo ventríloquo.

“O fluxo da vida existe, mas você pode ser co-criador deste fluxo e não apenas um fantoche”.

Publicado por irmandadedolotus

Ainda não quero falar

Um comentário em “Tudo é o fluxo da vida?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: