Os portais espirituais

O que são? Eles existem?

Pois bem, antes de mais nada precisamos considerar a diferença entre “pilares energéticos” e “portais espirituais”, pois em pesquisas na internet algumas fontes colocam as duas como se fossem a mesma coisa. 

Quando falamos de pilares energéticos, estamos falando de locais com muita concentração de energia espiritual, podendo ser negativa ou positiva e que podem ser tanto locais considerados sagrados para um povo, quanto um centro espiritual, um altar, ou mesmo uma pessoa. Em resumo, os pilares energéticos são pólos receptores e propagadores de energias, como já explicamos nos livros “Contatando os Guias de Luz” e “A Formação dos Grupos Espirituais da Nova Era”. Esses pilares energéticos podem ser formados através da consagração de um local, objeto ou mesmo uma pessoa, através da oração, meditação ou focalização, para que esses itens se tornem carregados de energia espiritual e possam atuar como se espera. Através deles as energias podem ser potencializadas ou amenizadas, transmutadas e transformadas.

Como exemplos de locais onde se diz serem pilares energéticos da terra temos Machu Picchu, no Peru, Stonehenge na Inglaterra e as pirâmides do Egito, por exemplo. 

Por outro lado, os portais espirituais são passagens que conectam diferentes planos de existência.

Eles estão sempre presentes em locais de trabalhos espirituais (podem estar nos altares, no teto, no chão, etc) onde ocorrem encaminhamentos de espíritos obsessores ou em sofrimento, podendo estar também presentes em locais de grande concentração de energia espiritual, como Machu Picchu, Stonehenge e as pirâmides do Egito, já citadas no caso dos pilares energéticos. Quando um espírito de um plano de existência mais sutil quer se apresentar a um espírito de um plano de existência mais material (não apenas aos encarnados, mas também, para espíritos que estão abaixo da cadeia evolutiva como umbral e penumbral, por exemplo), eles podem:

a) Materializar seu corpo espiritual;
b) Abrir a vidência do outro espírito (encarnado ou desencarnado);
c) Abrir uma janela de conexão, ou portal espiritual.

Então, mesmo um espírito que está no umbral ou penumbral só vai ver um espírito de elevação superior se este quiser e se apresentar através das três formas que citamos acima. Os portais também, como o próprio nome já diz, podem ser utilizados para trazer espíritos de um plano de existência para outro (mas isso não inclui, é claro, o plano físico).

Tendo esclarecido a diferença entre os pilares energéticos e portais espirituais e para que servem de fato, queremos deixar aqui mais algumas pontuações necessárias:

1) Não são os portais que abrem ou fecham a sua mente como dizem. Não são os portais que abrem ou fecham o seu coração. É você. Única e exclusivamente você, através do seu processo de busca e abertura de consciência.

2) Assim sendo, isso que dizem que quando abrem os portais, a consciência planetária, ou de algumas pessoas muda, é pura analogia, ou crença falha, ou a espiritualidade de luz dando algo para que possamos nos concentrar, ou mesmo, espíritos zombeteiros apenas nos enganando.

3) Não existe por parte da espiritualidade, data e horário para que os portais sejam abertos ou fechados. Isso que falam de 11:11 horas, 12:12 horas, serve apenas como um ponto de referência para que várias pessoas se concentrem neste momento, alcançando assim uma energização coletiva. Mas isso não ocorre como algo marcado por parte dos espíritos como se fosse necessário ser neste horário por um motivo especial e sim, é como marcar uma missa no domingo as 09:00 horas da manhã, ou seja, várias pessoas estarão lá e é claro, teremos uma grande concentração de energia.

4) Muitas pessoas confundem também a sensitividade de clarividência com os portais. Não é porque você viu algo que quer dizer que um portal foi aberto. Você pode simplesmente ter visto algo de um determinado plano espiritual.

Assim sendo, como dito, os portais existem, mas é preciso saber diferenciar os pontos.

Publicado por irmandadedolotus

Ainda não quero falar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: