O nascimento de um consciência

Diferente do que se propaga em outros meios, não existem anjos ou demônios, pois, tudo somos nós espíritos e somos nós através de nossos atos que nos tornamos demônios ou anos.

O nascimento do espírito tem em sua causa o amor de Deus a fonte divina.

E nossa ignorância (desconhecimento de causas e condições da existência) inicial, também  tem uma lógica simples, pois, em primeiro lugar, sem a construção da nossa consciência (no sentido do conhecimento) através das experiências e através de nosso próprio esforço, não haveriam méritos e desenvolvimento verdadeiro. Além disso, em uma segunda análise se conclui facilmente que, se Deus tivesse criado espíritos puramente maus ou puramente bons, onde estaria aí o livre arbítrio? Por fim, seríamos robôs que não tivemos a chance de fazer o mal ou o bem por nossa própria escolha.

É por isso que a ignorância inicial se faz presente e somos nós que precisamos nos esforçar para aprender a viver. Aprender sobre quem somos. Aprender sobre as causas e condições da vida. Aprender que somos nós que criamos 95% de nosso sofrimento e assim, aprender como evitar o sofrimento.

Para mais informações adquira nossos livros, apostilas, cursos e siga junto conosco nesta caminhada para encontrar a ascensão.

Sequência dos Livros

Qual o livro mais importante da Irmandade do Lótus? Qual eu devo ler primeiro? Essas perguntas são frequentes para aqueles que tem iniciado seus estudos e desenvolvimentos espirituais junto a Irmandade.

Respondendo a primeira pergunta, obviamente que cada livro dentro da sua área tem a importância fundamental para a compreensão dos nossos ensinamentos, porém, para a Irmandade do Lótus o livro mais importante é com certeza Deus a Teoria de Tudo. Por que? Porque Deus a Teoria de Tudo foi o primeiro livro a ser construído e nele você encontra mais de 500 páginas dos ensinamentos da Irmandade do Lótus, bem como ele é a base de tudo, pois traz o conhecimento sobre Deus, os espíritos e os planos espirituais. Para a Irmandade do Lótus, Deus é a fonte divina de criação e é nele que tudo começa. Todos os outros livros da Irmandade citam e sempre citarão trechos de Deus a Teoria de Tudo por este motivo, ou seja, eles sempre estão subordinados ao livro base e trazem a ampliação do conhecimento sobre o livro base.

Mas, apesar disso, quando iniciamos nossos estudos no Sementes do Amanhã, o livro inicial é Despertai. Por que? Porque por outro lado, o livro Despertai traz as ferramentas necessárias para a construção do verdadeiro caminho rumo ao despertar e isso inclui também o estudo e desenvolvimento sensitivo e mediúnico. Todos os capítulos do livro Despertai se fazem necessários para entender os ensinamentos da vida em todos os aspectos e é claro, também para entender de forma correta os livros da Irmandade do Lótus incluindo Deus a Teoria de Tudo. Abrir a mente, compreender as palavras, analisar e debater os ensinamentos, por exemplo, são ensinamentos do livro Despertai que se aplicam na hora de ler e estudar o livro Deus a Teoria de Tudo.

Então qual livro compro primeiro?
Como dissemos, apesar de que Deus a Teoria de Tudo é o livro base dos ensinamentos da Irmandade, é aconselhável que você inicie pelo livro Despertai e que se utilize de seus ensinamento para o estudo dos outros livro da Irmandade (aliás como dissemos, de todo e qualquer livro, independente de religião).

Seguindo na sequência, depois de Despertai e de Deus a Teoria de Tudo, o livro A Nossa Religião é o Amor traz o conhecimento sobre quem somos e sobre o amor como a verdadeira religião e isto é fundamental para quem quer ser um trabalhador(a) de luz.

Depois disso, ciente de sua origem divina e de que você precisa “suar a camisa” para se desenvolver, parta para o livro Contatando os Guias de Luz e entenda melhor como conversar com seus guias de forma segura, sem mistificações e antecipações. Lembre que tudo é tempo e prática e o amadurecimento não ocorre de forma rápida. Busque o conhecimento genuíno e não se apresse no processo, para que não caia em desgraça espiritual.

Dai em diante, todos os outros livros da Irmandade do Lótus se fazem presentes na sua vida com muito amor e carinho, juntando o quebra cabeça da vida e auxiliando no seu desenvolvimento espiritual.

Dalama Israel

O USO DAS PLANTAS DE PODER NO DESPERTAR

Em primeiro lugar, é bom ter em mente que as plantas de poder são para todos, mas nem todos são para as plantas de poder. Há de se ter uma busca de conhecimento desapegada para não cair nas ilusões da nossa mente no momento em que buscamos informações profundas em nosso ser, fazendo o uso das plantas.

Depois, vamos nos desapegar do ego e das falácias de que o uso das medicinas da floresta é “modinha”, pois a bem da verdade, em uma pesquisa rápida no Google, você verá que há 8 mil anos atrás, povos da China já faziam uso da Cannabis para suas conexões espirituais.

As plantas de poder são excelentes meios de conexão espiritual, conexão com nosso Eu Interior e Superior, principalmente quando utilizadas de forma responsável. Mas realmente não são o único meio. Por isso a importância de uma autoescolha e uma busca de conhecimento desapegado, para que cada vez mais possamos nos conectar sem entrar na paranóia de que só conseguiremos com as plantas. Podemos muito mais do que imaginamos.

Monise Bento Joaquim, terapeuta holística.

Para mais informações adquira nossos livros, apostilas, cursos e siga junto conosco nesta caminhada para encontrar a ascensão.

O MITO DOS MESTRES

Você tem alguém que te inspira na vida? Você segue ao pé da letra o que as religiões, pregadores, gurus e mestres falam? Quem nos garante que frases ditas pelos grandes mestres da humanidade foram realmente ditas por eles, se quem as escreveu e espalhou essas mensagens muitas vezes foi alguém que nem conviveu com estes mestres? Essas são algumas das reflexões que trazemos neste capítulo.

Vamos compreender que existem os mestres salvadores, os mestres professores, os falsos mestres e que o caminho do autoconhecimento passa por saber identificar cada um deles na nossa vida e seguir o que nosso coração acredita e sabe que é a verdade, sempre tendo o cuidado de aproveitar a sabedoria dos mestres como o que elas são: inspiração.

Vale lembrar que apenas nós podemos salvar a nós mesmos, ninguém fará isso no nosso lugar, por mais que possam dizer o contrário. Seja um mestre de si mesmo.

Monise B.Joaquim

Ritual Xamânico

Salve irmandade!

É com muito amor que convidamos a todos(as) para nosso ritual de encerramento do ano de 2021 e renovação para o ano de 2022.

Ritual Força Verde vem trazendo a força da floresta com a banda da casa, a Força Verde e com a participação especial de Whera Tupã, nosso irmão da nação Guarani.

Vem com a gente para mais esta conexão sagrada com as medicinas da floresta Ayahuasca, Rapé, Sananga e Cachimbo.

Data: 18/12/2021 (sábado)
Horário: 14 horas
Valor: R$100,00 reais
Local: Céu Celestial de Nossa Senhora Aparecida
Mais informações: Fernanda (48) 9 9125-9807

A Constelação Familiar

Constelação Familiar, também chamada de Constelação Sistêmica é uma nova abordagem da Psicoterapia Sistêmica Fenomenológica criada e desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger após anos de pesquisas com famílias, empresas e organizações em várias partes do mundo, buscando o diagnóstico e solução de problemas e conflitos. O resultado desses experimentos se transformou em um trabalho simples, direto e profundo que se baseia em um conjunto. Nascido na Alemanha em 1925, Helliger formou-se em Filosofia, Teologia e Pedagogia. Como sacerdote católico viveu e trabalhou durante 16 anos como missionário na África do Sul, junto a comunidade dos Zulus. Após deixar a ordem religiosa, dedicou-se a uma formação terapêutica diversificada que abrange desde a psicanálise até a terapia familiar, incluindo a terapia primal, a terapia da gestalt, a análise transacional e a hipnoterapia. Sua contribuição mais original é o seu modelo de Constelações Familiares, baseado numa visão integral e profunda da realidade humana. A partir das constelações familiares, ampliou seu método de trabalho para outros sistemas, assim como as constelações empresariais, constelações organizacionais, constelações educacionais,os conflitos étnicos, etc. O conjunto de todos os tipos de constelações advindas do modelo criado por Bert, passou a ser chamado de Constelações Sistêmicas. Esta terapia impressiona por sua ação no nível anímico, isto é, na cura da alma, e por sua dinâmica extraordinária, em que agentes “representam” personagens familiares, “representam” profissões, “representam” empresas, “representam” imóveis, “representam” sintomas e doenças, e assim por diante. Isto ocorre porque forma-se um campo quântico no qual a telepatia atua como resultado da interconexão entre os níveis energéticos das mentes humanas. Atualmente é uma das terapias que mais mobilizam pessoas em todo o mundo.  Bert Hellinger é um terapeuta internacionalmente conhecido, trabalhando em diversos países. Seus livros, vários deles retratando workshops centrados em vários temas – relacionamentos, pessoas com câncer, etc. – são best-sellers e impactam àqueles que os lêem.

O Sistema Familiar

A história de nossa família nos pertence. Estamos a ela vinculados, ela é uma parte de nós e marca a nossa personalidade, com todas as forças e fraquezas que temos. A Constelação visa, de forma prática e vivencial, dissolver antigos padrões familiares (conflitos e doenças que se repetem) que de alguma forma impedem o livre fluxo de amor entre os membros de um sistema. Ela atua de forma direta nas questões do sistema familiar, abrindo espaço para uma nova compreensão e cura desses padrões. A solução torna-se possível quando a ordem básica sistêmica é restabelecida, os familiares excluídos voltam a ser respeitados e aceitamos a nossa herança familiar.

Como a Constelação Familiar mostra algo?

Através de um desenho vivo, energético e sensorial de sua Constelação Familiar pode-se, passo a passo, dissolver os emaranhamentos familiares inconscientes e chegar-se, assim, a uma solução nova e libertadora. Bert Hellinger acrescenta que mais de 50% dos nossos problemas são de origem sistêmica. Esse trabalho é, então, uma oportunidade de descobrirmos de que forma continuamos enredados dentro do sistema familiar e que papéis assumimos inconscientemente. Somente encontrando o verdadeiro papel que nos cabe dentro da família, podemos nos sentir livres e resgatar nossa vida com dignidade e totalidade.

Fortalecendo nossas raízes

Nossa família nos fortalece e nos apoia quando conhecemos e nos rendemos às leis ou ordens que regem nosso sistema familiar. Ela nos enfraquece quando essas mesmas ordens são desconhecidas ou desrespeitadas, gerando toda sorte de emaranhamentos ou desequilíbrios familiares. Fazer a sua Constelação Familiar significa trazer força e equilíbrio para você e para todo o seu sistema familiar.

Em quais problemas a Constelação Familiar pode ajudar?

Constelação Familiar pode ajudar em todos os problemas de origem sistêmica. Então, desde problemas de relacionamento de casal, com filhos, todos os tipos de vícios, problemas emocionais, dificuldades diversas, até problemas de saúde física podem ser compreendidos, amenizados e muitas vezes solucionados com a ajuda da Constelação Familiar e com a disponibilidade do cliente realizar mudanças em sua vida prática, a partir das novas informações a que teve acesso na Constelação.

As Ordens do Amor

Este é um convite para trilharmos juntos um caminho de amor e compreensão para dentro das complexidades do nosso sistema familiar. Conhecer as “ordens do amor” é uma meta essencial para evitarmos muitas crises e enfermidades que vivemos em virtude do desconhecimento das leis naturais que regem os nossos sistemas familiares e sociais.

Seis importantes ordens e princípios

  1. Cada membro de uma família pertence a ela igualmente. Cada família tem um vínculo interno muito forte, a despeito do quão desunida ela pareça quando olhamos de fora. Todos os membros de uma família merecem atenção. Se alguém é expulso, ele será representado por um membro que nascer mais tarde, o qual irá impor a si mesmo um destino similar.
  2. A morte precoce de um membro da família tem um forte efeito sobre todo o sistema. Uma inclinação para morrer advém nos irmãos do morto, devido a suas conexões com ele. Isto é expresso através da frase “Eu seguirei você”. Se alguém carrega algo assim e mais tarde tem filhos, estes percebem isto e tentam aliviar os pais. Isto é expresso pela frase “Melhor eu do que você”. Esta inclinação para a morte se mostra através da doença e de comportamentos perigosos (esportes radicais, uso de drogas, etc).
  3. Crianças tomam sentimentos de outros membros da família. Isto ocorre de dois modos: ou elas compartilham fortes sentimentos de outros membros da família ( elas ajudam a carregar estes sentimentos por assim dizer ), ou elas tomam para si sentimentos não expressos. Por exemplo, uma avó submissa é abusada fisicamente por seu marido. Ela tem então uma neta que por sua vez fica enraivecida com seu marido por nenhuma razão aparente. Na constelação familiar torna-se claro que a neta carrega a raiva de sua avó.
  4. As crianças são leais aos seus pais (pai e mãe). As crianças quase sempre lidam com seu próprio destino de modo a impedir que elas mesmas tenham um destino melhor que o de seus pais. Devido a esta lealdade elas tendem a repetir o destino destes pais e seus infortúnios.
  5. Há uma ordem na família que precisa ser respeitada. A pessoa que vem primeiro, seja um irmão ou um parceiro, toma o primeiro lugar. Os outros seguem esta ordem cronológica. Estes lugares precisam ser respeitados sem julgamento ou valorização, apenas percebidos como são.
  6. Há uma organização espacial básica que é preferível. Há uma ordem básica na qual todos os membros de uma família se sentem bem, desde que se garanta que todas as conexões negativas tenham sido resolvidas. Nesta ordem os pais ficam à frente de seus filhos com o pai ficando no primeiro lugar e a mãe seguindo no sentido horário a ele (quando olhamos de cima). As crianças devem ficar olhando seus pais seguindo o sentido horário de acordo com sua ordem cronológica do mais velho para o mais novo.

Terapeuta Djúlia A. Rodrigues

Cura

Somente através do conhecimento real é que podemos compreender as coisas da vida e encontrar a cura para o nosso sofrimento. Através dessa caminhada de conhecimento do Eu espiritual é que podemos encontrar a conexão com o sagrado e a realidade espiritual.

Quando encontramos o caminho, fazemos o movimento reverso ao movimento de se aprofundar na escuridão e caminhamos para a iluminação da sabedoria divina. É ai que nos conectamos a Deus verdadeiramente, percebendo a conexão entre todos os seres vivos nessa interdependência cósmica. Assim o amor flui em nós e agradecemos pelo simples ato de existir. Passamos a ter empatia genuína por todos a nossa volta sem distinção de raça, cor, religião, sexualidade, cultura, etc… Tudo é amor.

É dai em diante que entendemos de forma correta o “todos somos um” de forma que sabemos que temos nosso livre arbítrio, mas também temos a responsabilidade com o meio e por isso, somos impulsionados naturalmente cheios de amor a ajudar o próximo como a nós mesmos. As virtudes, uma a uma brotam em nosso ser. A justiça se faz presente, a transcendentalidade dos conceitos se abrem e assim, nos tornamos divinos(as).

ara mais informações adquira nossos livros, apostilas, cursos e siga junto conosco nesta caminhada para encontrar a ascensão.

Sofrimento

Como já dissemos, todos como espíritos nascemos desconhecendo as causas e condições da existência. Assim sendo, o caminho mais fácil é aquele ao qual nós nos envolvemos e disseminamos o lado sombrio (ódio, mágoas, etc) com mais facilidade.

Quando entramos nessa roda, iniciamos desvirtuando nossas necessidades básicas e criando necessidades materiais muitas vezes totalmente desnecessárias. Nesse circulo de sofrimento, criamos medos de não ter nossos desejos atendidos e quando conquistamos, temos medo de perder. Com isso nos apegamos aos objetos materiais, aos statos e as pessoas. Sentimos ciúme, raiva e desconfiamos de todos e todas ao nosso lado. Sentimos inveja e por fim, somos tomados pela ganância.

Envolvidos nesse ciclo material, comemos mais do que precisamos e geramos muito desperdício tanto dos recursos materiais para a construção das casas, quando para a confecção de roupa e a produção de alimentos industrializados. A fome assola milhões de pessoas e assistimos a TV como se nada disso fosse nossa responsabilidade.

Hoje, 65% do desmatamento é produzido pelo consumo da carne animal e somos “apenas” 8 bilhões de encarnados. Relatórios da ONU apontam que chegaremos entre 13 a 15 bilhões de pessoas até 2100. Imaginem o estrago no planeta.
Por isso precisamos entender essa roda de sofrimento o quanto antes, para podermos gerar novas tecnologias que deixem de impactar no planeta e hábitos alimentares que da mesma forma, contribuam para o fim da fome no mundo.

Para mais informações adquira nossos livros, apostilas, cursos e siga junto conosco nesta caminhada para encontrar a ascensão.

O Amor

Para entender o amor, é preciso em primeiro lugar entender quem somos. Quando fomos criados em espírito, por um princípio lógico, fomos criados ignorantes das coisas da existência, ou seja, sem conhecimento de causa. Porém, nascemos também com potenciais para vencer a ignorância, sendo os dois principais a capacidade de gerar energia, ou seja, nos mover e gerar movimentos e a inteligência, ou seja, a nossa capacidade de pensar sobre o que está acontecendo a nossa volta (receber, analisar e tirar conclusão sobre as informações que nos chegam). Desse modo é que podemos vencer o desconhecido e alcançar o conhecimento sobre o Eu quanto ser individual que tem vida própria e livre arbítrio e o Eu quanto ser coletivo, que é interdependente e é também ativo e passivo da lei da causalidade.

E entendendo que somos, entendemos que somos os agentes da vida e responsáveis pelo meio ambiente a nossa volta, tanto no campo físico quanto no campo espiritual. E de entender a nossa responsabilidade social, entendemos então que somos nós os causadores de 90% dos sofrimentos que nos afligem e que afligem os seres a nossa volta. Só assim podemos entender que a verdadeira libertação é “amar a todos como a ti mesmo” e querer ajudar o mundo a mudar e ser um lugar equilibrado para todos e todas.

Para mais informações adquira nossos livros, apostilas, cursos e siga junto conosco nesta caminhada para encontrar a ascensão.

A Nossa Religião é o Amor

Entender o amor como a religião verdadeira com Deus é bem difícil ainda que não pareça. Se fosse fácil, teríamos um mundo de amor e paz reinando, porém, bem pelo contrário o que vemos é mágoa, ódio e guerras em diversos níveis, sejam elas físicas, psicológicas ou emocionais.

Por que não estamos neste momento espalhando o amor pelo mundo? Por que não aceitamos cada irmão e cada irmã dentro de suas manifestações pessoais, culturais, etno/raciais? Por que não estamos neste momento nos abraçando em um mundo onde todos podem ter sua própria casa, comida e construir sua família, independente de sexualidade e gênero?

Para entender o amor, precisamos entender o “Eu Espiritual”, ou seja, nós como espíritos e com isso nossa origem divina, nossa ignorância sobre as causas e condições da existência, nossa capacidade de aprender e sair dessa ignorância e claro, nossa interdependência com todos os seres. Somente com esse conhecimento é que podemos então entender o porque de o caminho do amor sempre ser a verdade, enquanto o caminho do ódio é o caminho da ilusão materialista.

O livro A nossa Religião é o Amor vem justamente trazer o caminho para esse entendimento, bem como os questionamentos que precisamos nos fazer para entender o amor como a verdadeira religião.

Abaixo você encontra um resumo dos ensinamentos da Irmandade do Lótus contidos no livro A Nossa Religião é o Amor.

Para mais informações adquira nossos livros, apostilas, cursos e siga junto conosco nesta caminhada para encontrar a ascensão.